Data Center

O que levar em consideração ao escolher o local para o data center?

Escrito por Márcio Abreu

Escolher o local para o data center (site assessment) é uma etapa crucial e determinante para o futuro do projeto, afinal, trata-se de um dos principais pontos a se levar em conta na construção de um data center.

Para se ter uma ideia, a instalação de uma montadora de veículos, por exemplo, dedica muitos anos de estudos até que se encontre a localização ideal para a construção do prédio.

Imagine, então, o quanto não exige uma infraestrutura complexa como a do data center?

São inúmeros os fatores que credenciam um município como a melhor opção para um data center, desde as questões de fornecimento de energia, ambientais e climáticas até a qualidade do local, a disponibilidade de mão de obra qualificada e muito mais.

Para que você fique por dentro de tudo que deve ser levado em consideração nessa importante decisão, apresentaremos, neste post, os X principais elementos a serem analisados.

Vamos começar?

1. A influência dos serviços públicos nos custos finais do projeto

Como veremos ao longo deste texto, a escolha passa por uma série de questionamentos envolvendo vários fatores em torno do local para o data center.

O primeiro deles está ligado aos serviços públicos (concessionárias) que proverão o essencial.

Vale lembrar que o planejamento de um data center deve considerar não apenas as expectativas de crescimento, mas também as possibilidades de crescimento repentino.

Por isso, os tipos de energia elétrica, assim como os seus custos, a capacidade e a confiabilidade do serviço, devem ser analisados minuciosamente e comparados com os municípios vizinhos.

As fontes de água disponíveis para o arrefecimento se refletem como um aspecto relevante para o data center, visto que recursos de controle de temperatura e climatização são fundamentais para o bom desempenho e durabilidade das máquinas.

Portanto, esse dado é imprescindível para que haja um sistema de arrefecimento adequado.

Em meio a tanto, a empresa deve considerar, também, fazer um estudo de viabilidade técnica e econômica para a construção de mecanismos para a geração de energia, de modo a permitir que o data center fique cada vez menos dependente das concessionárias locais.

Outro aspecto primário para a construção do data center é a capacidade de largura de banda e a disponibilização de fibras ópticas para uso dedicado.

O ideal é que o município já tenha alguma maturidade com esse tipo de tecnologia.

Os custos que englobam todos esses fatores deve ser um norte para os estudos, pois os valores a serem gastos anualmente não podem comprometer consideravelmente a lucratividade do negócio.

2. Os custos e riscos acerca do local para data center

Adquirir uma propriedade urbana implica em custos diferentes de uma rural, sobretudo com as dimensões que a área deve ter para comportar um edifício de data center e uma possível expansão.

Porém, não são apenas os custos que devem ser priorizados nessa etapa. Como você já sabe, um data center deve funcionar 24 horas por dia e 7 dias por semana, ininterruptamente.

Sendo assim, pode apresentar vulnerabilidades ou ser instalado em locais propensos a acidentes (aeroportos, usinas nucleares, ferrovias etc.).

O próprio cliente estará de olho nesses detalhes ao fazer uma visita para avaliar a infraestrutura de TI.

Junto a isso, temos os riscos de desastres naturais, no Brasil representados principalmente por inundações.

Com que frequência isso ocorre?

O local oferece ou possibilita criar uma estrutura de prevenção para amenizar os impactos?

Por fim, é altamente recomendado certificar-se da latência do site.

Ela precisa estar dentro dos padrões do segmento, de modo que não seja prejudicial para a prestação de serviço.

3. A recepção da comunidade ao negócio da empresa

Algo muito comum nos municípios brasileiros é a disposição para recepcionar empresas de um determinado segmento, o que faz muito sentido dada a importância da empresa contribuir para o crescimento da cidade, gerando empregos para a população e tudo mais.

Quando positiva, a receptividade da comunidade se reflete nos impostos (estaduais e locais) cobrados sobre a propriedade e as vendas, assim como os abatimentos fiscais previstos.

É uma maneira de demonstrar que também acha interessante que o site seja instalado na região, considerando que a iniciativa pode abrir espaço para que o local se torne um polo tecnológico.

Em outras palavras, o data center em si, junto a seus usuários, devem ser incentivados a determinar o local como ideal para os negócios. Sem essa conduta maleável, os custos para manter o data center funcionando podem inviabilizar o projeto.

4. O nível da força de trabalho local

De certo modo, a questão está relacionada com a receptividade ao negócio por parte do município. 

Afinal, o ideal é que a estratégia de crescimento industrial esteja alinhada com o segmento de Tecnologia da Informação, no caso o data center.

Instalar o data center em uma cidade pequena, que tem a sua economia completamente baseada na agricultura e incentiva os jovens a atuarem no setor agrícola, por meio de cursos de graduação voltados para a área, por exemplo, resultará em falta de mão de obra qualificada.

A cultura da região não pode ser adversa para a empresa.

Para evitar esse problema, é imprescindível a existência de instituições de ensino superior aos arredores do local. Geralmente, a presença de outras empresas do setor de tecnologia é um sinal de que um processo de formação de profissionais em Ciências e Engenharia da Computação, entre outras classes de TI, já esteja em andamento.

Demais aspectos do local que afetam na força de trabalho também devem entrar em questão, como a qualidade das escolas e universidades, os serviços de saúde, a qualidade de vida, as condições dos bairros, a existência de lugares para prática de lazer e realização de eventos etc.

Tudo isso influencia na criação da força de trabalho local.

Considere a reforma ou locação de um site existente

Às vezes, o processo de seleção pode ser facilitado com o investimento em pesquisas, tendo em vista o aproveitamento de prédios já construídos.

Nesses casos, é cabível estudar as razões pelas quais o serviço deixou de ser executado no local, se a empresa que iniciou o projeto falhou ao não identificar alguma adversidade.

Dependendo da situação, pode-se economizar uma boa quantia e contar com um bom local para data center.

Agora que você já sabe o que levar em consideração na escolha do local, a sua empresa está pronta para por a mão na massa? Caso tenha ficado com dúvidas, deixe o seu comentário!

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter

Assine nossa newsletter para receber informações e dicas interessantes sobre Data Center e TI.

Enviaremos, no máximo, um email por semana com a sintese dos ultimos artigos escritos.

 

Parabens! Você está inscrito em nossa Newsletter !

Sobre o autor

Márcio Abreu

Acreditado pela Uptime Institute e certificado pelo The Icor. É hoje um dos profissionais com maior experiência em projetos e construções de Data Ceters, no Brasil. Especialista na concepção , validação do projeto , análise de riscos das instalações, acompanhamento, controle e comissionamento de construções de Data Center .

Site : http://www.innotechno.com.br

Deixar comentário.

Share This
/* ]]> */